Bandeira Azul
Ambiente
A Costa da Caparica, no concelho de Almada, tem, este verão, sete zonas balneares com Bandeiras Azuis. Treze foram distinguidas com a classificação «Qualidade de Ouro».
São João da Caparica, CDS-Santo António, Tarquínio-Paraíso/Dragão Vermelho, Praia Nova, Mata, Rainha e Sereia são as praias, na Costa da Caparica, que, durante a época balnear 2019, vão hastear a Bandeira Azul.
 
Esta distinção, ano após ano, é o reconhecimento da qualidade das praias do concelho de Almada, uma das maiores zonas balneares da Área Metropolitana de Lisboa.
 
A Associação Bandeira Azul da Europa, ao atribuir a Bandeira Azul, visa promover o desenvolvimento sustentável nas zonas balneares, valorizando-se a educação ambiental, a qualidade da água balnear, a gestão da praia, os serviços disponíveis e a segurança.
 
Em 2018, foram distinguidas, com Bandeira Azul, seis zonas balneares.
 
13 zonas balneares com «Qualidade de Ouro»
 
As praias da Bela Vista/Nova Vaga, Cabana do Pescador, Castelo, CDS/Santo António, Cova do Vapor, Fonte da Telha, Infante, Morena, Rainha, Rei, Riviera, São da João da Caparica/Praia do Norte e Sereia são as 13 zonas balneares com a classificação «Qualidade de Ouro» na época balnear 2019.
 
Em 2019, para receber a classificação de praia com «Qualidade de Ouro», a água balnear tem de respeitar os seguintes critérios:
 
- Qualidade da água excelente nas últimas quatro épocas balneares, de 2014 a 2017;
 
- Todas as análises realizadas na última época balnear (2018) devem ter apresentar resultados melhores que os valores definidos para as águas balneares;
 
- Na última época balnear (2018) não poderá ter ocorrido qualquer tipo de ocorrência/aviso de desaconselhamento da prática balnear, proibição da prática balnear e/ou interdição temporária da praia.
 
O galardão «Qualidade de Ouro» é atribuído, há dez anos, pela Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza.
 
02/07/2019