Campanha #simcidadeeducadora->

Campanha #simcidadeeducadora

 

Porquê?

A Camara Municipal de Almada pretende através da campanha #simcidadeeducadora, promover o pensamento crítico e pró-ativo junto da comunidade escolar, no sentido de disseminar os princípios da Carta da Cidade Educadora. Pretende-se incentivar as boas práticas entre o Município, a Escola e a sua Comunidade, para que possamos em conjunto, cuidar mais e melhor do nosso património imaterial e material.

 

Para quê?

q  Ação dos professores, a formação democrática e o desenvolvimento sócio moral dos alunos com quem trabalham, assegurando a sua plena participação na gestão do currículo escolar;

 

q  Responsabilização dos alunos por colaborarem com os professores no planeamento das atividades curriculares, por se entreajudarem nas aprendizagens que decorrem de projetos.

 

q  Negociação cooperada dos juízos de apreciação e do controlo dos objetivos assumidos nos planos curriculares coletivos e nos planos individuais de trabalho.

 

q  Praticar os Princípios da Carta das Cidades Educadoras – que a organização do trabalho e o exercício do poder partilhados virão a transformar os estudantes e os professores em cidadãos implicados numa organização em democracia direta;

 

q  Simultaneamente, esta experiência de socialização democrática dos estudantes constitui o sustentáculo do trabalho do currículo nas turmas, entendidas como comunidades de aprendizagem, num envolvimento cultural motivador.

 

Quem?

O/a Diretor/a de Turma, Professor de Cidadania, Educador/a, Professor/a, juntamente com a sua turma. Cada turma poderá apresentar apenas uma proposta, que deverá ser escolhida entre os alunos como a melhor proposta.

Na existência de um delegado de turma, deverá ser este a preencher e submeter o formulário com a proposta.

 

Como?

Este formulário deverá conter uma proposta concreta, que deve ser feita no seguimento de um debate ou reflexão sobre os seguintes princípios:

 

01 Igualdade Construir uma cidade que cumpre o direito à igualdade

02 Diversidade Construir uma cidade que promove a educação na/para a diversidade

03 Diálogo Intergeracional Construir uma cidade que encoraja o diálogo e a ação entre gerações

04 Qualidade de Vida Construir uma cidade com políticas locais de promoção da qualidade de vida

05 Política Educativa Construir uma cidade onde a política educativa é assumida (reivindicada) de forma ampla

06 Responsabilidade Partilhada Construir uma cidade que decide porque conhece os problemas e as necessidades, porque ouve as pessoas e que tem em conta, nos processos de decisão, o seu impacto formador/educador

07 Identidade Construir uma cidade que tem identidade e que a promove e a reconstrói com todos, todos os dias

08 Planeamento Urbano Construir uma cidade onde o planeamento urbano é um fator pleno e rico de integração

09 Participação Construir uma cidade participativa com base na informação e na ética

10 Acessibilidade Construir uma cidade com espaços físicos adequados para todos e para todas

11 Sustentabilidade Construir uma cidade que promove a sustentabilidade e a saúde [qualidade devida]

12 Governança Construir uma cidade onde os processos de governação apontam uma perspetiva educadora

13 Cultura Construir uma cidade que se relacione com o mundo e que garanta liberdade de fruir a informação e a cultura

14 Formação Construir uma cidade que promova a formação de todos

15 Incluir Construir uma cidade onde todos e todas se sintam significativos e que o se

16 Coesão Construir uma cidade da coesão seja com os seus seja com aqueles que a querem integrar [imigrantes, refugiados, etc.]

17 Colaboração Construir uma cidade que, na parceria entre administração e sociedade civil, seja capaz de desenvolver atividades significativas

18 Associativismo Construir uma cidade promotora do associativismo com sentido de corresponsabilidade

19 Acesso à Informação Construir uma cidade que garanta a informação com critério e legibilidade garantindo assim a permanente busca pela integração de todos e todas

20 Cidadania Construir uma cidade que promova e cumpra, com todos e todas, o bem comum e uma cidadania democrática

 

A proposta deverá ser feita tendo por base a promoção de boas práticas, sem existir obrigatoriamente um custo para a realização das mesmas. Vivemos numa época em que devemos privilegiar a redução de desperdícios, a otimização de custos, a promoção de boas relações interpessoais, o melhor cuidado com a alimentação e o meio envolvente, etc.

 

Até quando?

As propostas deverão ser apresentadas através da submissão do formulário até ao dia 15 de junho de 2019.

A Câmara Municipal de Almada irá fazer uma apresentação dos resultados desta campanha, disseminada por todos os estabelecimentos de ensino do município, no dia 30 de novembro de 2019.