Jardim Botânico - Chão das Artes->
Jardim Botâncio - pormenor de borboleta

Jardim Botânico - pormenor de campo de girassóis


Com inspiração no modelo de jardim tradicional português de quinta de recreio, o Jardim Botânico O Chão das Artes situa-se no espaço envolvente da Casa da Cerca, uma casa solarenga no coração de Almada Velha, que representa um dos principais pólos culturais do Concelho de Almada.

Esta fusão de Cultura e Arte com uma vocação pedagógica própria, torna estes dois espaços, de rara beleza, num excelente complemento ao serviço educativo e seu ensino formal.

Entender a ligação entre a Botânica e as Artes Plásticas ou simplesmente percorrer os sublimes miradouros que ladeiam o jardim, são as principais premissas de quem se propõe a desvendar este local cheio de charme, subtileza e pequenos segredos.

Para além de uma Estufa que recebe exposições com frequência, e do anfiteatro de ar livre edificado sobre um relvado viçoso, o visitante tem ainda por encontrar o Pomar das Gomas, o Jardim das Telas, Jardim dos Pintores, Jardim dos Óleos e o Jardim dos Pigmentos.
 
Em destaque, está o Jardim dos Pintores que pretende reflectir o imaginário pictórico de artistas plásticos cuja obra se inspirou na Natureza, criando-se assim um espaço que invoca os cromatismos dominantes nas telas do autor homenageado.
 Dos autores revisitados anteriormente, destacam–se Monet e VanGogh, dois artistas que inspiraram a plantação de girassóis, papoilas e nenúfares num belíssimo canteiro destinado para o efeito.
  
No final da visita fica-se com a certeza de querer voltar a este jardim secreto, protegido apaixonadamente por uma casa solarenga de muros altos, onde podemos desfrutar de uma paleta de sensações mágicas.

História
Espaços e Serviços
Localização e Horários